Devemos sempre proteger os nossos pequenos e no verão mais ainda, como toda criança ama uma piscina devemos ficar atentas quanto ao uso do protetor solar. Porém o uso do protetor é indicado somente a partir dos 6 meses. Para fazer o uso antes dessa idade você deve falar com o seu pediatra.

Quando o Benício tinha 3 meses nós fomos para a praia e a orientação da pediatra foi para não ir com ele na areia/água, pois ele ainda não podia utilizar o protetor, sendo assim passeávamos com ele somente no final do dia pelo calçadão e ele adorou…. foi uma delícia!!!

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) diz que por ser mais fina, sensível e permeável, a pele do bebê que ainda não completou seis meses está sujeita à intoxicação pelas substâncias químicas dos foto protetores.

O indicado então para crianças menores de seis meses é fazer passeios curtos até às 10hs ou no fim da tarde, após 16hs e manter o bebê na sombra com camiseta e chapéu, principalmente das 10hs às 16hs quando o sol é mais forte e a exposição excessiva pode gerar queimaduras, sardas, manchas e também aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de pele.

Faça passeios curtos com o bebê até às 10hs ou no fim da tarde, após 16hs. Sempre use chapéu ou boné, roupas leves e frescas com tecido de algodão, se já puder utilizar o protetor solar escolha um que possua um fator de alta proteção e com fórmula hipoalergênica. Eu uso no Benício o protetor com fator 60.

Se o seu filho já puder utilizar o protetor solar, utilize os protetores físicos que são os mais indicados, pois ao invés de absorverem os raios UVA e UVB eles o refletem. É fundamental escolher um produto que possua um alto fator de proteção e com fórmula hipoalergênica específico para bebês, pois isso ajuda a evitar que algumas substâncias irritem a pele do bebê. Eu utilizo no Benício um protetor com fator de proteção 60.

Dicas:

  • Passe uma camada grossa do protetor em todo o corpo da criança a cada 2 horas.
  • Se o bebê entrar na água (mesmo se o produto for prova d’água) passe novamente.
  • Não deixe o bebê no sol entre 10hs e 16hs.
  • Use um chapéu e roupas frescas no bebê.

Não se esqueça de passar protetor:

  • no couro cabeludo
  • na linha que divide o cabelo
  • nas orelhas
  • no pescoço
  • na parte de cima dos pezinhos

Todos esses cuidados devem ser observados em qualquer lugar onde a criança ficará exposta ao sol, como parquinhos, praças, quintal de casa, piscina, etc. São alguns cuidados simples que não requerem grandes sacrifícios.

Não coloque em risco a saúde do seu filho!!

protetor solar