Mamães que estão grávidas, vocês viram que mudaram as regras para a cesárea?  Os médicos só poderão realizar as cesáreas eletivas a partir de 39 semanas de gestação, a pedido da gestante.

Por que o CFM (Conselho Federal de Medicina) mudou as regras?

Até 2013, bebês a partir da 37ª semana eram considerados prontos para virem ao mundo. No entanto, estudos publicados pelo Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas mostraram que é a partir da 39ª semana que se inicia um período da gestação chamado “a termo”, isto é, não prematura. É entre 37ª e 39ª semanas que o bebê passa pela fase crucial no desenvolvimento do cérebro, dos pulmões e do fígado.

“Partos feitos antes da 39ª semana podem causar distúrbios respiratórios no feto”, explica Adriana Scavuzzi, ginecologista e integrante da câmara do CFM responsável pela resolução. Além disso, bebês que nascem antes da hora podem ter dificuldades para manter a temperatura corporal, se alimentar, tem risco maior de ter icterícia – caracterizada pela cor amarela dos tecidos e das secreções orgânicas – e, em casos mais graves, gerar danos cerebrais, problemas de visão e audição.

A resolução do CFM, portanto, atende uma direção já adotada em outros países.

Quais são as exceções à regra?

Em caso de intercorrências médicas que determinem a necessidade de adiantamento do parto para preservar a saúde da grávida ou do feto, é permitido adiantar a cesariana. É o caso da pré-eclâmpsia, por exemplo, que provoca um aumento perigoso da pressão arterial da mulher.

Outra exceção é quando a mulher entra em trabalho de parto antes das 39 semanas. “Nesta condição, quando a  paciente mantiver a sua decisão anterior de parto cesárea  a pedido,  poderá ser realizado o procedimento sem estar o médico infringindo o preceito ético”, afirma nota da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), organização que participou da elaboração do documento..

Quais são os riscos de uma cesariana antes das 39 semanas?

O  principal risco do parto antes desse período é que os órgãos do bebê não estejam completamente maduros, o que pode acarretar problemas nos pulmões, fígado e cérebro, provocando desconfortos respiratórios, icterícia e até lesões cerebrais.

E quem já agendou a cesariana para antes da 39ª semana?

A resolução do CFM já entrou em vigor nesta quarta-feira, portanto mulheres que já tenham agendado seu parto para um período anterior às 39 semanas de gestação deverão remarcá-lo para atender à nova exigência.

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/06/cesariana-partir-da-39-semana-tem-excecoes-entenda-resolucao-do-cfm.html

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2016/06/20/cfm-modifica-as-regras-para-realizacao-cesarianas-saiba-o-que-mudou.htm