Oi mamães, sabemos que hoje em dia está cada vez mais difícil controlar o uso da Internet e das mídias sociais com as crianças não é mesmo?

Hoje praticamente tudo é online, diferente da nossa época, hoje as crianças já nascem imersas nesse mundo digital, que como sabemos tem efeitos negativos e positivos no desenvolvimento de cada uma. Até os projetos educativos das escolas são online.

E nós, os pais e cuidadores dessas crianças temos um papel fundamental e importante para ajuda-las a navegar nessas mídias.

Foi pensando nisso que resolvi pesquisar e compartilhar com vocês uma recente pesquisa feita pela Academia Americana de Pediatria (AAP), onde eles propõem uma “dieta” para o acesso a Internet e as mídias sociais pelas crianças.

A AAP recomenda que os pais e cuidadores desenvolvam um plano de mídia da família, que leve em conta as necessidades de saúde, educação e entretenimento de cada criança.

As famílias devem proativamente pensar sobre o uso de mídia de seus filhos e conversar com as crianças sobre isso, porque o uso demasiado de mídia pode significar que as crianças não têm tempo suficiente durante o dia para brincar, estudar, falar ou dormir, afirma Jenny Radesky.

Seguem algumas recomendações:

  • Idade inferior a 18 meses, evitar o uso de produtos como vídeo- conferências de mídia de tela.

bb-e-tablet

  • Os pais de crianças de 18 a 24 meses de idade que querem introduzir a mídia digital deve escolher uma programação de alta qualidade, e vê-lo com seus filhos para ajudá-los a entender o que eles estão vendo.
  • Para crianças de 2 a 5 anos, limite o uso de tela de 1 hora por dia de programas de alta qualidade. Os pais devem participar com as crianças para ajudá-los a entender o que eles estão vendo e aplicá-lo para o mundo em torno deles.

pais-e-filhos-no-tablet

  • Para crianças maiores de 6 anos, colocar limites sobre o tempo gasto com meios de comunicação e os tipos de mídia, e certifique-se de mídia não tome o lugar do sono, da atividade física ou refeições com a família.
  • Crie momentos livres de mídia eletrônica, como refeições ou quando estiver dirigindo, para dar o exemplo aos seus filhos.

celular-na-hora-do-almoco

  • Crie áreas da casa onde aparelhos eletrônicos não são permitidos, como por exemplo, o quarto de dormir.

nao-usar-celularna-cama

  • Ter uma comunicação contínua sobre cidadania e segurança on-line, incluindo a tratar os outros com respeito online e offline.

Essas regras são importantes, pois restrições radicais dificilmente se manterão e somente criarão mais curiosidade nas crianças e jovens.