Se você está montando o quarto do seu filho e chegou a hora de comprar o berço, fique atenta nas dicas abaixo:

  • o tamanho não é padrão, se você comprar o berço fora do Brasil os tamanhos são diferentes, portanto atente-se para o enxoval.
  • segurança, opte por berços sem quinas, com as pontas arredondadas e sem detalhes que o bebê possa puxar e soltar.
  • funcionalidade, opte por um que vire  mini-cama para você usar por mais tempo.
  • verifique se compensa você comprar o berço já pronto ou mandar fazer, se o ambiente é pequeno talvez compense mandar fazer um móvel planejado para aproveitar bem o espaço.
  • regulagem do estrado, para ir regulando conforme o bebê vai crescendo.
  • rodinhas, essa é uma decisão particular. Eu optei por um berço de rodinhas, pois fica mais fácil na hora de mover para a limpeza do quarto ou mesmo mudança.
  • material utilizado, verifique a durabilidade ou se o seu filho pode se machucar.
  • detalhes, alguns detalhes são lindos, mas dificultam a limpeza. Não escolha um berço pensando somente na parte estética, pois é nele que o seu filho vai passar grande parte de seus primeiros meses de vida.
  • veja se o mesmo segue as normas do Inmetro.  Algumas medidas são extremamente importantes:
  • a grade lateral do berço deve ter no máximo um espaçamento de 6,5 cm para evitar que o bebê coloque a cabeça no vão.
  • a distância entre o estrado e as laterais do berço não deve ultrapassar 2,5 cm. Para que o bebê não prenda as mãozinhas ou pezinhos.
  • a lateral do berço tem de ser, no mínimo, 60 centímetros. Isso evita que o bebê consiga pular para fora do móvel, quando estiver maior.
  • por fim, escolha um colchão adequado para bebês com a densidade correta.

Espero ajudar com essas dicas!!