O diabetes gestacional ocorre quando há um aumento dos níveis de açúcar no sangue durante a gestação.

Costuma aparecer depois do segundo trimestre e dura até o final da gravidez, estima-se que cerca de 7% das mulheres passam por esse problema durante a gravidez.

Os índices voltam ao normal de 3 dias até 1 semana após o parto, porém o risco da mulher ter diabetes futuramente é maior.

Sintomas

Mal-estar;

Cansaço;

Muita sede;

Fome;

Ganho de peso exagerado;

Visão turva;

Inchaço nas pernas e pés.

Diagnóstico

É feito a partir da 24 semana, onde a gestante faz um exame onde é ingerido um concentrado de glicose e em seguida colhe-se o sangue, depois é colhido de hora em hora para checar quanto tempo o açúcar demora para desaparecer da corrente sanguínea. Eu fiz esse exame e é bem tranqüilo, muitas pessoas me disseram que dava vontade de vomitar…. mas eu não senti nada apesar do líquido ser muuuuuuuuuuito doce.

O crescimento acelerado do bebê ou o aumento do líquido aminiótico, também podem indicar a presença do excesso de açúcar no sangue.

Complicações

Mãe: parto prematuro, rompimento da bolsa antes da data prevista, aumento do risco de pré-eclampsia, bebê que não vira de cabeça para baixo antes do parto.

Bebê: dificuldade de respirar ao nascer, bebê muito grande, icterícia, doenças cardíacas e hipoglicemia após o nascimento.

Lembrando que esses riscos podem ser diminuídos fazendo o pré-natal adequado.

Tratamento

Se for necessário o uso de algum medicamento o médico irá prescrever, normalmente somente com uma alimentação balanceada e evitar o sedentarismo é indicado.

Faça o pré-natal durante toda a sua gravidez para que o seu bebê e você fiquem bem.